Pastor é acusado de tentativa de homicídio após pagar almoço a imigrante


Um pastor viveu um episódio surreal ao tentar ajudar um imigrante colombiano em Vilhena, importante cidade de Rondônia, no norte do país, e terminou acusado de tentativa de homicídio.

A história do pastor Ivan da Silva Lima, 41 anos, líder da Igreja Batista Nacional no bairro Moysés de Freitas chegou à mídia local como um exemplo de que toda vigilância é pouca.

Lima comprou o marmitex em questão no último sábado, 06 de abril, no restaurante Mariza, no centro de Vilhena. Ele foi ao local para comprar o almoço de sua família, e no caminho, cruzou com o colombiano, que dizia estar a caminho da Argentina.

O pastor se ofereceu para pagar o almoço do imigrante e ao receber os marmitex que havia pedido, entregou a do colombiano sem abrir nenhuma delas, disse “Deus o abençoe” e seguiu com as suas. Horas depois, ao acessar o portal Rota Policial News, descobriu que o rapaz havia acionado a polícia dizendo que havia cacos de vidro na comida recebida.

A situação causou preocupação ao pastor, que foi ao restaurante onde havia comprado os marmitex e contado o ocorrido. Em resposta, o dono afirmou que forneceu dezenas de marmitex e não havia recebido nenhuma reclamação.

Segundo informações do portal Tudo Rondônia, Lima seguiu para a Delegacia de Polícia a fim de esclarecer o caso, relatando que também não havia encontrado “vidro moído” na comida que ele, a esposa e o filho mais novo haviam consumido.

“Eu tentei apenas ajudar uma pessoa que precisava naquele momento. Nunca imaginei que passaria por esse constrangimento todo. Mas, Deus sabe o que faz. Espero que o rapaz fique bem e chegue em paz ao seu destino na Argentina”, comentou o pastor.