Polícia Federal prende empresário na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio


A Polícia Federal prendeu, nesta manhã de segunda-feira (1), na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, o empresário Guilherme Esteves de Jesus.

Guilherme Esteves foi investigado pela Força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Guilherme Esteves já foi investigado pelo MPF por suposta lavagem de dinheiro de propinas pagas pelo Estaleiro Jurong, destinadas a Pedro Barusco, Renato Duque, ao PT e a funcionários da Sete Brasil em contratos de construção de sondas de perfuração de águas profundas para exploração do pré-sal.

“O acusado Guilherme intermediaria, segundo a acusação, as propinas pagas pelo Estaleiro Jurong, contratado pela Sete Brasil para construção de seis sondas, cujo consumidor final é a Petrobrás […] Teriam sido pagos USD 8.211.614,00 de propina, sendo que parte encontra, em cognição sumária”, citou o então juiz Moro em um despacho.

O empresário também já foi acusado de obstruir investigações.