Após 12 horas, corpos das vítimas do desabamento de viga são retirados


O corpo do motorista de caminhão Adeir dos Anjos Peixoto, de 62 anos e do ajudante Deivid Sangi da Costa, de 29, foram retirados das ferragens na manhã desta sexta, após quase 12 horas do acidente.

Durante toda madrugada, equipes da prefeitura, do Consórcio Transbrasil, Light, Corpo de Bombeiros, além das Polícias Civil e Militar trabalharam no local do acidente. Dois guindastes foram usados para içar novas vigas. Só após a retirada das estruturas que os corpos puderam ser removidos.

Por conta do trabalho de remoção, uma faixa da pista sentido Centro da Avenida Brasil está interditada, no trecho entre Guadalupe e Coelho Neto.

O trânsito foi desviado para uma reversível e o trânsito é intenso na via na manhã desta sexta. A recomendação do Centro de Operações é que os motoristas usem uma rota alternativa pela Estrada João Paulo, em Barros Filho e seguir no sentido Madureira.