Polícia prende um dos envolvidos em morte de médica na Barra da Tijuca


Rio – Policiais da Delegacia de Homicídios da Captial (DH-Capital) prenderam, nesta terça-feira, um dos envolvidos na morte da médica Maura Selvaggi Soares, em julho deste ano, na Barra da Tijuca. Lucas Santos Campos, conhecido como Gordo, de 29 anos, foi capturado em Cascadura, na Zona Norte do Rio. 


Segundo a Polícia Civil, uma ação coordenada pelo delegado Jefferson Ferreira revelou que Lucas foi um dos criminosos que participou do crime. No entanto, ainda se encontram foragidos Guilherme Lopes da Silva, autor do disparo; Leonardo Ferreira, conhecido como Papai; e Pedro Henrique Alves Medeiros .
A DHC realiza buscas para prendê-los. Qualquer informação sobre o paradeiro dos criminosos pode ser dada por meio do Disque Denúncia (2253-1177).

Maura Selvaggi foi morta quando estava prestes a entrar na garagem de seu condomínio, na Rua Einstein, na região da Barrinha. Ela tinha acabado de voltar da festa de aniversário de 85 anos da mãe, no Catete. O local do crime fica a menos de 300 metros da 16ª DP (Barra da Tijuca).A médica chegou a ser socorrida por agentes do quartel da Barra do Corpo de Bombeiros ao Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas chegou à unidade em parada cardiorrespiratória.

Na ocasião, o irmão chegou a cogitar que ela tivesse sido morta por ter sido confundida com uma outra pessoa que morava no mesmo prédio. Hipótese que logo foi descartada pela polícia.Ela foi enterrada dois dias depois, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste, sob aplausos e forte comoção.