Caixa vai aumentar para pelo menos 1.200 o número de agências abertas no próximo sábado

RIO – O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que o banco aumentará para pelo menos 1.200 o número de agências abertas no próximo sábado (7 de maio). As aberturas nos fins de semana visam a reduzir filas e aglomeraçõesno saque do auxílio emergencial de R$ 600.

Neste sábado, 902 unidades da Caixa abriram, e foram sacados R$ 505,8 milhões por 892,6 mil beneficiários, de acordo com balanço preliminar. Até agora, já foram pagos R$ 35,5 bilhões a 50,5 milhões de pessoas. Guimarães estimou que a Caixa deve liberar o benefício a pelo menos mais 10 milhões de pessoas.

Depois de admitir, na sexta-feira, que é “impossível acabar com as filas” e que estava tomando medidas para reduzi-las, Guimarães afirmou neste sábado que o pagamento foi “um sucesso” e que as filas formadas acabaram em poucas horas graças à melhorias de tecnologia no banco.

Hoje foi um dia intenso, com um volume de pagamentos seis vezes superior ao de terça-feira, quando houve problemas. Já temos todas as questões dos aplicativos funcionando dentro das agências. Então, conseguimos realizar (pagamentos) de maneira muito rápida e eficiente. Com a geração de QR Code, de validação, dentro da agência, pagamos mais de 1 milhão de pessoas só pelo aplicativo dentro da agência hoje – afirmou Guimarães.

O aplicativo ao qual ele se refere é o Caixa Tem, que permite às pessoas que receberam o crédito do auxílio em conta poupança digital movimentar o dinheiro. Nas ultimas semanas, esse aplicativo apresentou problemas.

Guimarães: tendência de menos filas

Pedro Guimarães visitou três agências da Caixa em Goiás neste sábado e disse que, por volta das 10h – duas horas após a abertura -, não havia mais filas. Mas acrescentou que muitas pessoas chegaram às 5h ou 6h, o que tornaria as filas inevitáveis.

Por isso, Guimarães afirmou que a tendência é que, na próxima semana, a tendência é que haja menos filas e problemas nos pagamentos. Mas ele ponderou que, como a primeira semana do mês concentra pagamentos de salários e outros benefícios, as agências deverão receber fluxo maior de pessoas que não vão receber o auxílio emergencial.

O presidente da Caixa admitiu que houve falta de coordenação na comunicação com os clientes sobre quais agências estariam abertas neste sábado. Ele prometeu aumentar para algo entre 1.200 e 1.400 o número de agências abertas no próximo sábado e divulgar a lista com os endereços já na próxima quarta-feira.

Mesmo com a abertura extraordinária de agências, houve longas filas em vários municípios do país e até protesto neste sábado. Segundo o G1, em São José do Rio Preto (SP), as filas dobraram o quarteirão. O site também informou que manifestantes colocaram fogo na rua em frente a uma agência da Caixa em Vila Velha, no Espírito Santo. A agência estava fechada, já que estava fora da lista das 13 abertas no estado no fim de semana.

Cronograma sai esta semana

Neste sábado, o banco antecipou o pagamento do auxílio para trabalhadores informais que nasceram em setembro e outubro. Pelo calendário, a retirada do dinheiro estava prevista para segunda-feira. Só a partir de terça-feira poderão receber aqueles que nasceram em novembro ou dezembro.

Guimarães afirmou que a Caixa já definiu internamente quando será feito o pagamento das próxima duas parcelas. O cronograma já foi aprovado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e precisa ainda ser submetida ao ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e ao presidente Jair Bolsonaro. As datas devem ser divulgadas ao público ainda esta semana