Agências da Caixa amanhecem fechadas no Rio; banco alega que funcionários foram afastados por Covid-19

Algumas agências da Caixa Econômica Federal no Rio não abriram na manhã desta segunda-feira (dia 4), data prevista para o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais nascidos em setembro e outubro. Segundo informações do banco, o fechamento dessas unidades ocorreu porque ao menos um funcionário teve resultado positivo para Covid-19. As informações são do RJTV, da Rede Globo.

Pelo menos sete agências do Rio amanheceram fechadas, entre elas as de Campo Grande, Duque de Caxias (perto da estação ferroviária), Nova Iguaçu e Magé. Um aviso em folha A4, colado na porta de cada unidade, informa sobre o não funcionamento por conta da pandemia.

Segundo o RJTV, a Superintendência da Caixa no Rio confirmou o fechamento por conta da contaminação de funcionários e da necessidade de desinfecção dos espaços. A lista de todas as unidades fechadas ainda não foi divulgada.

Centenas de pessoas que passaram a madrugada nas filas ainda permanecem diante das agências, na esperança de serem atendidas.

Nesta segunda-feira, uma unidade da Caixa na Tijuca amanheceu sem fila. Segundo trabalhadores, a agência esteve fechada na semana passada. Por isso, foi pouco procurada na manhã desta segunda-feira, quando reabriu para atendimento aos trabalhadores.