Motorista de aplicativo assassinado no RJ estava reformando a casa para morar com os filhos


O sonho de morar com os três filhos estava prestes a ser realizado para Jaime Roberto da Silva Ribeiro, de 35 anos.

O desejo do motorista de aplicativo, no entanto, foi interrompido por um assalto, na madrugada de sábado, quando foi ele morto com um tiro na cabeça. O corpo do morador de Japeri foi encontrado no carro em que dirigia, um Chevrolet Spin prata, na Avenida Marginal, no bairro Jardim Nóia, em São João de Meriti.
“Ele sempre dizia que iria comprar uma casa para morar com os filhos. E há dois meses ele conseguiu uma ao lado da que morava com minha mãe. A casa ficou abandonada por muito tempo e precisava de uma reforma, mexer na fiação, mudar os quartos de lugar”, conta o irmão, o farmacêutico José Felipe Ribeiro, 37, que também trabalha como motorista de aplicativo.

Após a morte do motorista, os filhos dele vão continuar morando com a avó. A mãe de Jaime, aliás, está inconformada com o que aconteceu.